Vitrines Da Vida

Mudança

Cansar de amar aquele homem durante anos, deixou Rebeca em desmedida tristeza, mas não podia mais tolerar a friúra e insensibilidade de seu amado. Despertou para a realidade, assim de repente.
Ficou a refletir:
“Cansei de te amar. Agora é você quem terá que me amar.”
Por horas se perguntava o porquê dessa demente decisão. Sentiu um lenitivo agradável no peito, parecia que fora livrada da prisão, da solidão e daquele amor não correspondido. Ainda que isso doesse.
Marcelo teve que se afastar de um amigo de longa data, viveram juntos tantos situações difíceis, trocaram tantas confidências, mas o amigo se perdeu na caminhada e fez da sua vida um fracasso, e quem se aproximava dele fracassava também. Essa decisão deixou Marcelo num vibratório desconforto, sua consciência o cobrava a todo instante sobre a renúncia do amigo. Na realidade Marcelo tinha é medo do que os outros iam falar. Sabe que o medo de ser falado por alguém da maneira que a gente não quer é nosso maior medo? O melhor é tomar nossas atitudes e viver a vida como nos convêm.
Muitas pessoas precisam virar a curva e seguir sozinho, essa decisão causa medo, aflição e depressão uma vez que o ego se arma a partir de apegos e identificações, é a compreensão meditativa de que tudo passa que nos permitirá seguir caminhando e, enfim, abrir-se ao novo que belamente se introduz na vida, pouco a pouco, passo a passo, até que apareça com a alma totalmente renovada.
A vida torna-se segundos um turbilhão de indagações, mas é preciso passar por tudo isso para sobreviver aos fracassos alheios. A decisão é sua. Siga em frente ou continue acorrentado nas mãos e pensamentos inimigos.

Compartilhar