Vitrines Da Vida

O que valeu a pena

Tem olhar do amor…
Amor no olhar…
Em todos os sentidos. Quisera sempre abraçar o mundo e seus problemas, mas por este motivo foi lesada ao extremo. Inclusive sua autoestima.
Sua bondade foi interpretada como bobeira.
A tola que a todos ajudam.
Sempre foi assim sem pretensão. Tudo fora feito de coração.
Sem qualquer espera.
Entretanto chega certo ponto da vida em que se tem de parar e relembrar todo passado.
O que valeu a pena.
Pesar na balança – todas as atitudes.
O problema é concluir que muita coisa não valeu a pena.
Tantas amizades perversas.
Tanta ajuda em vão.
A sensação de que fora feita de boba invade sua alma.
Porém passou.
Foi ontem.
Ontem difícil de lembrar.
Ontem cheio de feridas.
Ilusões… desilusões.
Precisa voar até a lua e brincar com as estrelas e assim encher-se de fôlego para superar as tristezas percebidas na reflexão feita.
O melhor foi que decidiu não mudar seus atos de bondade, mas promete a si mesma que tomará cuidado de agora em diante.
Busca serenidade e sensibilidade para identificar – o bem e o mal.

Compartilhar