Vitrines Da Vida

Por dentro

O ser humano tem a mania de sempre observar a vida alheia e nem sempre essa observação é sinônimo de inveja, mas sim uma forma de se inspirar.
A busca do sucesso nos faz ter essa atitude.
Queremos saber o porquê alguns vivem com tanto êxito e outros têm uma vida totalmente limitada.
O importante é saber que refletimos externamente o que está dentro de nós.
Um vendedor de balões estava sempre na mesma praça, era um ótimo vendedor, sustentava sua família apenas com essa renda.
Todos os dias, ao chegar à praça, soltava alguns balões ao vento para atrair a clientela, as crianças.
Certo dia, um menino sentado em um dos bancos da praça, observava este senhor soltar os balões.
Ele ficava encantado, vendo os balões subirem, sua cor favorita era o vermelho, mas vendedor soltou o amarelo, o branco, o verde, mas não soltou o vermelho.
O menino, de olhar atento, seguia a cada um, entretanto algo o aborrecia, o homem não soltava o balão vermelho.
Com curiosidade aproximou-se dele e lhe perguntou:
_ Moço, se soltar o balão vermelho, ele subirá tanto quanto os outros?
O vendedor de balões sorriu compreensivamente, arrebentou a linha que prendia o balão vermelho e enquanto ele se elevava nos ares disse:
_ Não é a cor, menino, é o que está dentro dele que o faz subir.

Compartilhar