Vitrines Da Vida

Cinco minutos

Recebeu a ligação, assim inesperadamente.
Quanto tempo aguardando esse momento.
Agora, teria que tomar uma difícil decisão.
“Te espero daqui a cinco minutos” – desligou sem esperar resposta.
Foram os cinco minutos mais rápidos de sua vida.
Nem se arrumou.
Nada de maquiagem nem seu marcante perfume.
Sequer olhou no espelho.
Quando caiu na real estava no lugar indicado.
Entrou no carro sem olhar para os lados.
Ele a beijou mansamente.
Não disse nada.
Em pouco tempo entraram no motel.
Em minutos o cenário da realização.
Foi beijada verdadeiramente.
Ele a tocava de todas as formas arrancando gemidos de prazer.
Fazia nele o mesmo.
Foi sensacional todo o ocorrido.
E foi também o começo da volta, seria outra vez sua amante, sua amada, seu amor proibido.
Pereceria na saudade enquanto ele estivesse nos braços da esposa.
Não tem como dizer não.
No meio de toda semana se encontravam.
Ele amava-a sem pretensão. Precisava dela. Queria-a.
No passado fez uma escolha errada e tornou-se infeliz na sua amarga ausência.
Porém nunca a esqueceu, pudera com tantas qualidades e beleza, é uma mulher dessas que não se esquece.
Seu martírio era dormir ao lado da traída todas as noites.
Ambiente fúnebre.
Beijos frios.
Abraços obrigados.
Sexo sem excitação, sem paixão – assim são dias ao lado da esposa, mas com a amante sente-se completo.
Pronto para em poucas horas por semana conhecer a felicidade.
A realização.

Compartilhar