Vitrines Da Vida

Pensando na vida

Sempre se pega pensando na vida.
Olha ao redor e percebe quanto tempo passou.
Lamenta pelos sorrisos não dados.
Pelos abraços contidos.
Pelas palavras ao vento.
Pensar na vida é sempre bom.
Limpar a mente…
Abrir o coração para o bem.
Lavar a alma.
Fazer uma limpeza íntima e desabituar a praticar as coisas que causam mal.
Parar de se preocupar e se ocupar.
Sonhar e realizar os sonhos.
Acordar a cada novo dia e aceitar que o passado passou.
O futuro é somente uma possibilidade.
O presente é o que importa.
Alice sempre se pega pensando na vida.
Moça bonita.
Na flor da idade. Dezenove anos.
Não conhece as dores da vida porque nascera em berço farto.
A família distinta e tradicional.
Estudou nos melhores colégios.
Cursa Biomedicina.
Alice não vive no país das maravilhas – por isso se pega sempre pensando na vida.
Lastima pelos que sofrem…
Pelas mazelas humanas.
Pelas moléstias materiais.
A indigência em cada esquina.
As crianças abusadas e assassinadas a cada anoitecer.
As pessoas que perdem os pudores por causa dos valores materiais.
Por dinheiro.
Mas vai vivendo pensando na vida.
Tentando se tornar melhor a cada dia.
Ajudar o próximo.
Sorrir – afinal um sorriso não custa nada.
Assim como um bom dia.
Uma sutileza.
Procura não tratar as pessoas com diferenças – são todos humanos – declara satisfeita.
Vive um amor completo.
Sabe amar – se ama.
O amor próprio ajuda a ter auto-estima.
Alice sem medo algum vai vivendo pensando na vida.
Que tal você também viver assim?

Compartilhar