Vitrines Da Vida

Oi, eu sou sua atendente virtual

Nada mais desgastante do que ao ligar para uma operadora de telefonia e ser atendido pela maldita atendente virtual.
A voz robótica é azucrinante.
“Oi, eu sou sua atendente virtual.” Foi planejada para tratar os clientes como idiotas, brinquedos nada mais.
É muito irritante!
Fico a me indagar – como somos escravos? Tratados como se fosse um favor o serviço que ela nos presta.
O problema que ela tem dificuldades em se comunicar com os humanos.
Resolvi ligar para tratar sobre uma ilusória promoção.
Depois de dois toques, fui atendido:
“Oi, eu sou sua atendente virtual”
“Fale o motivo de sua ligação”
Atendente – falei em bom tom.
Ok você quer falar com uma atendente, para te acolher melhor, eu preciso que escolha uma das opções.
1…
2…
3…
4…
Atendente – falei outra vez em tom elevado.
Não entendi. Diga uma das opç…
Atendente – gritei.
Por favor, escolha uma das opções…
Atendente, atendente, atendente… gritei disparadamente.
Ok, vou tentar ajudar você. Se quiser falar sobre configuração do aparelho fale – configurações.
Na ilusão que fosse ser atendido por alguém da minha espécie, cedi dizendo – configurações.
Ok, entendi, você quer falar sobre configurações. Para configurar seu aparelho…
Atendente – insisti aos gritos.
Ok, eu vou ajudar você…
Atendente – alterei mais a voz.
Ok, para que seja transferido fale o motivo de sua ligação.
Atendente – me descontrolei.
Não entendi. Agora fale o motivo de sua ligação.
Após dez minutos a maldita se despediu:
Desculpe não posso transferir sua ligação no momento…
E nós merecemos tudo isso.
Dá para entender?

Compartilhar