Vitrines Da Vida

O som de suas lágrimas

Conseguia ver a dor vivendo nos seus olhos, dor do arrependimento. Dor de sentir-se sujo.
E sabia bem o quão duramente, todo o tempo, como tenta disfarçar.
Consegue sentir seu coração e se compadece.
Nunca o criticará.
Afina,  tudo que algum dia ele significou em sua vida a faz ser menos rude.
Amena a tantas situações.
Precisa ter calma.
Não pode voltar atrás logo agora que muitas coisas satisfazem seu ego.
Sente-se nervosa.
É possível ouvir o som de suas lágrimas, assim como pingos de chuva em dias silenciosos.
Isso tudo a causa temor.
Desabafa-se em prantos-tristeza.
Argumentar não resolve muita coisa, pois o ser humano guarda as palavras reais, a fazem __ uma tola mentira…
Os olhos mostram tudo.
E como mostram…
A única certeza é que precisa dele nessa noite, precisa mais do nunca.
Do seu abraço.
De suas mãos percorrendo o corpo quente de anseio.
Seus intensos beijos.
Sua ousada língua.
Precisa que esteja dentro dela em fortes movimentos tirando-lhe as forças.
Enfim, precisa que exploda dentro dela num maremoto esperado.
Não adianta buscar em outros braços, porque você é impar, não há no universo outro igual, assim como todo ser humano.
Sua pele.
Seu cheiro.
Seu sorriso.
Nada disso se encontra por ai.
Se, abraça-la forte e for sincero ficarão abraçados para sempre.
Mesmo que seja um sonho.
Sonho bom… que jamais quer acordar.
É assim que se sente deitada contigo.
Nas noites mágicas em que voa em seus braços.

Compartilhar