Vitrines Da Vida

O mais sublime sentimento

Nem bem adolesceu se apaixonou.
Fez de tudo para não deixar isso ocorrer, mas quem consegue comandar o coração, principalmente se tratando de amor à primeira vista, primeiro amor.
O culpado de tudo foi Daniel.
Quanta beleza possuía. Dezoito anos, desejo e anseios a flor da pele.
Somente dois anos a mais do que ela.
Viveram tantos momentos bons.
Descobriram coisas memoráveis.
E a cada encontro tudo se refazia…
Cada toque.
Cada beijo.
Cada abraço.
Cada carinho.
Percorreram pelos caminhos do mais sublime sentimento – o amor.
Entretanto, após dois anos tudo acabou.
Tempo chuvoso.
Os dias tornaram-se rotineiros para ela que se entregou mais do que Daniel.
Pudera esquecer o motivo.
Quisera ser tudo somente um pesadelo.
Porém as imagens da traição a atormentava nos dias e nas noites infindáveis.
Fechava os olhos e a imagem de Daniel aos beijos com outra a deixava desatinada.
O que fazer se o destino quis assim? – se questionava.
Não restara alternativa senão aceitar a perda.
Guardou-o na memória e deixou o tempo fazer seu trabalho.

Compartilhar