Vitrines Da Vida

Nada ficou no lugar

Tudo adveio feito vendaval.
E nada ficou no lugar.
Aquele amplo amor foi substituído por ódio e magoas. Dizem que o amor transforma-se em ódio e vice-versa.
Leandro tinha uma beleza que deixava Susan atordoada, seu jeito mandante também a deslumbrava.
Começaram a namorar naturalmente, o primeiro encontro foi na balada. O primeiro beijo foi em meio os drinques. O primeiro toque desvestiu seus sentimentos.
_ Eu preciso de você, minha vida! Eu te amo – afirmava ele.
_ Eu também te amo – respondia para acariciar-lhe o coração,
A mentira foi a nódoa daquele relacionamento.
Tudo que é ruim se espalhava depressa feito um câncer maligno.
Foi assim com Leandro e Susan.
Precisava ocultar sua complicada vida. Era casado há mais de três anos. Vivia com a esposa em plena calmaria. Até na cama tudo serenou.
Leandro precisava sentir-se realizado, embora sua idade de vinte e seis, considerava-se um rapaz apático a sexo. Dava mais importância a outros ingredientes na relação. Conheceu Susan num momento de carência. Estava com o tesão aguçado e tocar aquele corpo inédito lhe deixava bem consigo mesmo. Leandro não previa que ia se apaixonar, e muito menos que aquela mulher tão bela fosse amá-lo como jamais imaginou que alguém pudesse amar.
Ele ficou entre a luz e as trevas.
Indagava-se o tempo todo.
_ O que vou fazer agora – e sentia uma pontada no peito.
Embora seu casamento estivesse numa fase fria, ele tinha pela esposa um respeito e um sentimento que não tinha capacidade de defini-lo.
_ Como posso jogar tudo para alto? – questionava-se. Nada pior na vida do que viver atormentado pela dúvida.
O problema é que Leandro estava perdido, pois não conseguia determinar o que sentia pela esposa e muito menos por Susan.
Sua vontade era fugir de tudo aquilo.
Sua vontade era jogar tudo para o alto e entregar-se a Susan.
Sua vontade era aninhar-se no corpo da esposa.
_ Me ensina o que fazer – pedia ao seu coração.
Por medo de se resolver, foi vivendo sua dupla vida.
Sem saber de nada, Susan tornou-se sua amante, assim, espontaneamente.
Até que um dia o destino colocou aquelas mulheres frente a frente.
O mundo dele se partiu quando ao encontrar com a amante, deparou-se também com a esposa.
No coração das duas restou somente ódio e nada mais.

Compartilhar