Vitrines Da Vida

Disseram-me

Disseram-me que as nossas vidas não valem grande coisa.
Elas passam em instantes como murcham as rosas.
Disseram-me que o tempo que desliza é um bastardo,
Que das nossas tristezas ele faz seus investimentos.
No entanto alguém me disse…
Que você ainda me amava,
Seria possível então?
Disseram-me que o destino debocha de nós,
Que não nos dá nada e nos promete tudo.
Faz parecer que a felicidade está ao alcance das mãos,
Então a gente estende a mão e se descobre louco.
Mas alguém me disse que você me ama…
Não recordo mais, já era tarde da noite, ainda ouço a voz, mas não vejo seus traços.
“… ama você, isso é segredo, não o conte que eu disse a você”.
Portanto meu coração vive na miséria.
Vive quebrado…
Vive amargurado.
Vive vazio.
Tudo isso porque preciso de você para amar – de todas as maneiras.
E a fraqueza me domina.
Dia e noite pensando no que aquela voz me revelou.
Forço um sorriso.
Vou tentando te reencontrar nas esquinas da vida.
Esquina da desilusão.

Compartilhar